Procrastinação: Veja Quais São os Prejuízos Por Adiar A Terapia!

Você sabe o que é procrastinação? É o adiamento de alguma atividade não tão prazerosa, mas…”quem nunca deixou para depois o que poderia fazer agora?”.

Porém, esse comportamento de “deixar para depois” determinadas situações, problemas e dificuldades, pode trazer a você prejuízos pessoais, sociais, financeiros, psicológicos e emocionais, e afetar a sua vida e seus relacionamentos.

Muitas pessoas, em seus relacionamentos amorosos tem dificuldade de expor para o companheiro, ou companheira, o que realmente sente, pensa ou de fato quer. E esse desencontro de diálogo vai se estendendo e ficando cada vez mais complicado de encontrar uma solução que mantenha esse relacionamento saudável, pois quando se pensa em falar, geralmente para quem tem maior dificuldade em expressar-se, e pensamentos como “estou exagerando”, “nem é pra tanto assim”, “logo isso passa”, prevalecem, e então você releva uma, duas, três…e por aí vai, você procrastina até que, de forma inadequada, você “explode”!

Você concorda que isso não é nem um pouco adequado para sua saúde emocional?

Procrastinação: Veja Quais São os Prejuízos Por Adiar A Terapia!

Outro exemplo também de procrastinação, são as pessoas tímidas. Sim, esse é um problema pelo qual diversas pessoas sofrem, pois, um dos fatores que a timidez causa grandes prejuízos, é a vida profissional. Muitas vezes essas pessoas tem potenciais que excedem as expectativas, mas que preferem se manter no anonimato, procrastinando em pedir ajuda justamente por não conseguir falar, por insegurança e medo de errar. É claro que existe inúmeras condições que mantém o comportamento tímido, por isso procurar ajuda especializada pode auxiliar no desenvolvimento de um comportamento mais assertivo para atingir seus objetivos. E aqui ressaltamos que a terapia online pode ser muito vantajosa, já que permite que a pessoa possa aprender, sucessivamente, a falar de si, de seus projetos, idealizações, sem estar na presença física do terapeuta, fator que pode ser muito aversivo para a pessoa tímida.

A perturbação alimentar é um problema que é bastante procrastinado, tanto por mulheres quanto por homens, pois socialmente as pessoas são muito reforçadas a manter um padrão de beleza “sarado”, dessa forma quanto mais magra(o), bombada(o), melhor! E assim a saúde emocional é deixada de lado, e a bulimia, anorexia, passam despercebidas pois levam as pessoas a se manterem abaixo do peso, a obesidade é recriminada e excluída do convívio social, enquanto isso, o ser humano, por trás das aparências impostas pela sociedade, vai procrastinando a busca de solução para esses acontecimentos e adoecendo a cada dia que passa. A busca por ajuda pode auxiliar no desenvolvimento de hábitos equilibrados que auxiliarão a melhora na qualidade de vida dessas pessoas.

É muito sofrimento não é? Isso porque citamos apenas três exemplos de procrastinação. Por isso a busca por ajuda especializada é de suma importância para o desenvolvimento de hábitos saudáveis para o seu dia a dia.

Pesquisas clínicas realizadas por Kerbauy e Hamasaki (2001), apontam que algumas situações colaboram para o desenvolvimento de um padrão procrastinador, como por exemplo, baixa tolerância a frustração, comportamento de fuga/esquiva de situações com maior possibilidade de falhas, pouca tolerância diante de situações aversivas, entre outras.

E como viver em busca da aceitação dos outros vem sendo muito mais sedutor diante do imediatismo pelo prazer que a sociedade aprendeu a viver, que aprender a colocar limites, expressar-se, lidar com frustrações, angústias, ansiedades, tornou-se uma tarefa árdua, porém é essa tarefa que, ao ser vivida de forma saudável, trará a você melhor qualidade de vida pessoal e emocional.

Você de fato já parou para pensar sobre como fica sua saúde emocional diante a tudo o que você “deixa para depois”?

Já parou para pensar que os seus problemas mal resolvidos podem estar afetando os seus relacionamentos e te adoecendo cada vez mais?

Será que você também está procrastinando o cuidado com a sua saúde emocional e de seus relacionamentos?

Atenção! Isso pode ser prejudicial, não adie sua terapia, investir em você pode melhorar a realização de seus projetos pessoais! Pense nisso e não sofra por algo que pode ser evitado!

Investir na sua saúde emocional e psicológica pode ser um grande passo!

Tem dúvidas sobre como começar uma terapia?

Estamos aqui para te ajudar! Fale conosco, iremos ouvir você com prazer!

Referência

Hamasaki, E.I. de M.; Kerbauy, R.R. (2001). Será o comportamento de procrastinar um problema de saúde? Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva. São Paulo, v.3, n.2, dez.

5.00 avg. rating (100% score) - 1 vote
Se gostou deste artigo, curta e compartilhe com os seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *